VOLTAR PARA OS TEMAS

[DMD] MODELO ENEM - CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR e OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA

ENEM

Powered by RedCircle


CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR e OBSOLESCÊNCIA PROGRAMADA

MODELO ENEM

ID: DMD 


TEXTO I 




Texto I                                                                                                               

https://designculture.com.br/obsolescencia


Texto II

Obsolescência Programada, também chamada de Obsolescência Planejada, acontece quando um produto lançado no mercado se torna inutilizável ou obsoleto em um período de tempo relativamente curto, de forma proposital. Isso ocorre quando empresas lançam mercadorias que sejam rapidamente descartadas, para estimular o consumidor a comprar outro produto. Embora esse fenômeno seja comumente associado ao processo de globalização, seu início pode estar vinculado à Grande Depressão de 1929 (...). Diante de um mercado consumidor impotente, observou-se que havia muitos produtos industrializados em estoque e que não eram comercializados, o que diminuía o lucro das empresas, aumentando o desemprego e, consequentemente, reduzia o consumo e aumentava a crise. (...) Observou-se, ainda, que produtos duráveis desfavoreciam a economia, pois reduziam o consumo. Entre os economistas norte-americanos, tornou-se popular o jargão “Um produto que não se desgasta é uma tragédia para os negócios”.

http://brasilescola.uol.com.br/geografia/obsolescencia-programada.htm, com ajustes

Texto III

Defensores da obsolescência programada acreditam que a necessidade por novos produtos eletrônicos em um curto período de tempo faça com que a competitividade entre as empresas aumente, impulsionando os avanços tecnológicos e, consequentemente, fazendo a humanidade evoluir a passos largos.

https://canaltech.com.br/produtos/uma-analise-da-obsolescencia-programada-e-o-acumulo-de-lixo-eletronico-no-mundo-102156/


Texto IV

Em apenas cinco dias, mais de 130 mil chilenos se reuniram numa ação coletiva contra Apple. De acordo com a Organização de Consumidores e Usuários do Chile, trata-se de um número recorde para ações do tipo no país. Mas o que exatamente a Apple fez para irritar tanta gente? A tal da obsolescência programada, tanto discutida atualmente. No caso da Apple, algo diretamente relacionado à atitude da empresa de diminuir o poder de processamento em aparelhos com bateria desgastada/velha. (...) Segundo os reclamantes, a empresa faria isso para forçar os usuários a trocarem seus aparelhos por modelos mais novos. Eles então solicitam que a Apple repare todos os telefones afetados ou, se isso for custoso demais, recompre os aparelhos no valor de mercado. Além disso, exigem uma multa equivalente a US$193 para cada usuário que comprou um dos modelos afetados (iPhones 5c, 6, 6s e 7, comprados entre 2014 e 2017), a fim de compensar a “perda de tempo que tiveram com a lentidão dos dispositivos”.

https://macmagazine.uol.com.br/2019/02/08/mais-de-130-mil-chilenos-estao-processando-a-apple-por-obsolescencia-programada/


Texto V

Embora o mercado de consumo, alinhado às estratégias de marketing e publicidade, possibilite a liberdade de escolha, há, ainda, uma vulnerabilidade fática enorme em relação à prática da obsolescência programada, a qual utiliza-se de meios ocultos para a redução de tempo de vida dos produtos, violando direitos caros aos consumidores, como o direito à transparência, à informação e ao princípio da boa-fé. (...) A Constituição Federal prevê a proteção do consumidor como um direito fundamental, considerando obrigação do Estado a defesa do consumidor. (...) Há evidente desigualdade entre os sujeitos de uma relação de consumo: o consumidor é presumidamente vulnerável. (...) A diminuição de valor ou a inutilização de um produto em dentro de um tempo relativamente curto representa uma violação clara ao Código de Defesa do Consumidor, que prescreve que, caso ocorra algum vício (defeito) no produto, em curto espaço de tempo, o consumidor poderá exigir a substituição.

https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/28233/5/Obsolesc%C3%AAnciaProgramadaProte%C3%A7%C3%A3o.pdf, adaptado

PROPOSTA DE REDAÇÃO: A partir do material de apoio e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo, em norma padrão da língua portuguesa, sobre o recorte temático: “A vulnerabilidade* do consumidor diante da obsolescência programada.” Apresente proposta de intervenção social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de maneira coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

*Vulnerabilidade: fragilidade.

Copyright © 2021. All rights reserved.