VOLTAR PARA OS TEMAS

[GA6] MODELO ENEM - MEDICINA PREVENTIVA

ENEM

MEDICINA PREVENTIVA

MODELO ENEM

ID: GA6



Texto I

Medicina preventiva: voltada fundamentalmente aos cuidados rotineiros e antecipados, contempla:

. Adesão aos programas de vacinação

. Realização de check-ups e exames periódicos

. Prática de atividade física regular

. Iniciativas relacionadas à saúde mental, como a prática de meditação e psicoterapias


Medicina curativa: é aquela direcionada à cura de enfermidades e/ou tratamento de sintomas, evitando o agravamento e aparecimento de complicações. As estratégias são muitas e variadas, de acordo com a doença a ser combatida, podendo englobar tratamentos medicamentosos, terapias, intervenções cirúrgicas etc.

Disponível em: https://www.brasilbeneficios.com.br/beneficiacao/dicas-de-saude/confira-as-diferencas-entre-medicina-preventiva-curativa-urgencia-e-emergencia/#.YXcxXlXMLIU



Texto II


Disponível em: 



Texto III

“Prevenir é melhor do que remediar”. Esse é um ditado bem antigo e extremamente válido, principalmente quando se trata de cuidar da própria saúde. A saúde é o bem mais precioso que qualquer ser humano pode ter, e não há dinheiro no mundo capaz de comprá-la. Por isso, é importante que todos recorram à medicina preventiva para evitar doenças crônicas.

Disponível em: https://clinicaderepousosp.com.br/clinica-de-repouso-com-medico-proprio/



Texto IV

Atenção primária à saúde: Um sistema de saúde baseado na atenção primária à saúde orienta suas estruturas e funções para os valores de equidade e solidariedade social, e ao direito de todo ser humano de gozar do mais alto nível de saúde que pode ser alcançado sem distinção de raça, religião, ideologia política ou condição econômica ou social. Os princípios necessários para manter um sistema desta natureza são a capacidade de responder de forma equitativa e eficiente às necessidades de saúde dos cidadãos, incluindo a capacidade de monitorar o progresso para melhoria contínua e renovação; a responsabilidade e obrigação dos governos de prestar contas; a sustentabilidade; a participação; orientação para os mais altos padrões de qualidade e segurança; e a implementação de intervenções intersetoriais.

Principais fatos: Na sua essência, a atenção primária à saúde (APS) cuida das pessoas, em vez de apenas tratar doenças ou condições específicas. Esse setor, que oferta atendimento abrangente, acessível e baseado na comunidade, pode atender de 80% a 90% das necessidades de saúde de um indivíduo ao longo de sua vida. Isso inclui um espectro de serviços que vão desde a promoção da saúde e prevenção até o controle de doenças crônicas e cuidados paliativos. Será impossível alcançar a saúde para todas e todos sem agir sobre os determinantes sociais, econômicos, ambientais e comerciais da saúde, que geralmente estão além do setor da saúde.

https://www.paho.org/pt/topicos/atencao-primaria-saude



Texto V

A Constituição Federal de 1988, no seu art. 6º, estabelece como direitos sociais fundamentais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância. Adiante, no art. 196, reconhece a saúde como direito de todos e dever do Estado, garantido por meio de políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação. (...) A proteção constitucional à saúde seguiu a trilha do Direito Internacional, abrangendo a perspectiva promocional, preventiva e curativa da saúde, impondo ao Estado o dever de tornar possível e acessível à população o tratamento que garanta senão a cura da doença, ao menos, uma melhor qualidade de vida. O conceito de saúde evoluiu, hoje não mais é considerada como ausência de doença, mas como o completo bem-estar físico, mental e social do homem. Contudo, o debate sobre o direito à saúde ainda segue no sentido do combate às enfermidades e consequentemente ao acesso aos medicamentos.

MOURA, Elisangela Santos. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/25309/o-direito-a-saude-na-constituicao-federal-de-1988, adaptado



PROPOSTA DE REDAÇÃO: A partir do material de apoio e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo, em norma padrão da língua portuguesa, sobre o tema: “Caminhos para viabilizar a medicina preventiva no Brasil”. Apresente proposta de intervenção social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de maneira coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.