VOLTAR PARA OS TEMAS

[G66] EM - EDITORIAL - MODELO UNICAMP - E-COMMERCE

UNICAMP

E-COMMERCE

EDITORIAL - MODELO UNICAMP

ID: G66



Posicione-se com um cronista de uma revista de grande circulação. Imagine, então, que o editor-chefe da revista tenha solicitado a redação do EDITORIAL da próxima edição da revista, que trará como matéria especial O AVANÇO DO E-COMMERCE, UM MERCADO SEDUTOR.



Texto I

E-commerce é uma abreviação de "electronic commerce", ou "comércio eletrônico", em uma tradução literal. Essa utilização da letra "e" para indicar algo que se dá na internet é semelhante à da feita no famoso e-mail, que significa “correio eletrônico”. O e-commerce é considerado a nova economia, pois tem ganhado cada vez mais relevância no empreendedorismo. Neste modelo de negócio, geralmente são vendidos produtos ou serviços que estamos acostumados a ver e consumir em lojas físicas, por exemplo. Então, a diferença é que, quando falamos sobre o que é e-commerce, é necessário entender que ele funciona como uma grande vitrine.

Disponível em: https://agenciametodo.com/2020/10/05/vantagens-e-desvantagens-de-um-e-commerce/. Acesso em 10.set.2021.



Texto II

Compras pela internet disparam com crise do Coronavírus

O avanço do Coronavírus no Brasil fez com que a compra pela internet disparasse. (...) Um relatório produzido pela Compre e Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), mostra que houve um aumento significativo no consumo das categorias de “saúde” (111%), “supermercados” (80%) e “beleza e perfumaria” (83%) no primeiro bimestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano anterior. (...) “A tendência é que o cenário continue dessa forma, com consumidores mais engajados nas compras à distância, movimentando o consumo de categorias relacionadas às necessidades básicas do dia a dia e de prevenção da Covid-19”, afirmou André Dias, diretor executivo do Compre e Confie e coordenador do Comitê de Métricas da camara-e.net, principal entidade multissetorial da América Latina.

Disponível em: www.uol.com.br, adaptado. Acesso em 19.set.2021



Texto III


https://s2.glbimg.com/p-urghAwFs-S1MBlmgxqmvi6mM0=/0x0:867x324/1008x0/smart/filters:strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2021/x/4/Lm2xzFSPubk2Ztg7Cb4A/cnc.png. Acesso em 10.set.2021.



Texto IV

Desvantagens do e-commerce

Listamos algumas desvantagens ao optar por esse tipo de negócio:

. Proximidade com o produto: Ao comprar em uma loja virtual, o consumidor não consegue usar nenhum sentido além da visão. Ou seja, não pode sentir, tocar ou experimentar o produto que pretende comprar e até mesmo ter aquele atendimento mais próximo – físico – que muitos preferem.

. Frete: Para o envio de determinado artigo, em muitas regiões do país, o frete pode chegar a custar quase o valor do produto, o que na maioria das vezes não compensa para o cliente.

. Prazo: Os prazos que podem ser longos demais para o tempo em que o cliente deseja estar com determinada peça.

Disponível em: https://agenciametodo.com/2020/10/05/vantagens-e-desvantagens-de-um-e-commerce/, adaptado. Acesso em 10.set.2021.