MINICONTO

O MENINO, O TREM

ID: ENL


Você já sabe, mas não custa lembrar...

O MINICONTO, como o próprio nome antecipa, é um conto pequeno, com os mesmos elementos do conto tradicional: enredo, narrador, personagens, tempo e espaço. Para a construção dos minicontos, é preciso pensar em cenas/situações curtas, vividas por uma ou duas personagens, com uma única ação central.


Orientações importantes:

1. Para minicontistas iniciantes, recomenda-se obedecer a esta sequência: apresentação da personagem, complicador, clímax e desfecho.

2. Desfechos abertos, secos e impactantes são características dos bons minicontos – isso instiga o leitor a, ele próprio, imaginar o final da trama.

3. Bons minicontistas costumam criar títulos sugestivos, que acenem, sutilmente, ao desfecho da história.

4. O humor, o trágico e o surpreendente são explorados, a partir de situações comuns, extraídas do cotidiano – isso faz com que o leitor se identifique com cenas conhecidas e até vividas por ele.

5. Para o minicontos de humor, é preciso muito cuidado: minicontos não são piadas. O humor há de ser leve e refinado.

6. O vocabulário deve ser simples e bem selecionado, próprio para uma leitura rápida.


Leia o miniconto de Gislaine Buosi.

Ao abrirem as marmitas, os operários deram com ovos cozidos – ou melhor, com claras cozidas. Algum “canário-da-terra” tinha bicado as gemas. O “canário” foi descoberto quando, durante o almoço, alguém contou uma piada e, em meio as gargalhadas, perceberam o sorriso largo e amarelado de Valentim.


PROPOSTA DE REDAÇÃO: Explore a cena abaixo e escreva um miniconto, de aproximadamente 15 linhas.



https://www.facebook.com/RobGonsalves.Official/photos/a.411862985516612/2205644699471756/?type=3&theater 


SUPER, SUPER DICAS:


BOAS ATIVIDADES!